Tags

, ,

1) Quando Moro condenou Lula, Bolsonaro não tinha sequer partido, portanto, não era sequer candidato;
2) Quem confirmou a condenação (e ampliou) foi o TRF-4, que poderia, hipoteticamente falando, ter inocentado o molusco.

E se bem me lembro, Moro sempre foi acusado por essa mesma Esquerda de ser tucano, não?

Saudades do tempo que tínhamos jornalismo no país.

Sem mais.

PS: ao menos Moro tem mérito, característica que esquerdistas não prezam, pois indicaram para a mais alta corte do país alguém cuja maior realização foi ter sido advogado do partido que lhe indicou. Entre outros.

Veja também:
Moro condenou Lula antes de Bolsonaro se filiar ao PSL
Sérgio Moro ministro é jogada de mestre de Bolsonaro

Anúncios