Tags

,

VARIAR, BOTANDO DE VOLTA NO LUGAR
(Tárcio Lemos)

Existo, porque, existo?
É, exatamente, sempre assim?
Respiro, porque, respiro?
Isto alguém faz por mim?

De noite é sempre noite
Queria tanto fazer diferente,
Dia é sempre dia,
Repete a vida da gente.

Dormir é sempre dormir
Tenho sempre o mesmo sonho
Ficar acordado é ter que sentir
A face do tempo sempre enfadonho

Queria mudar a posição das estrelas
desmanchar o Cruzeiro do Sul.
Pra esquerda, pra direita, remexê-las.
Tornar verde o céu azul.

Mudar um pouco esse panorama
O homem se cansa de tudo igual
levantei e não arrumei a cama
esqueci-me do café e do jornal

Mandei pintar a casa de incolor
Quem sabe esqueço a cara dela
Mudei a cozinha pro corredor
Tirei as cortinas da minha janela.

Quero urgente tudo modificar
a cara do mundo, vou transformar
Em vez de cantar, vou assobiar
Cansei de escrever, não quero rimar!

Anúncios