Tags

, ,

Um pai que muito amava seus dois filhos, disse: “Tudo que vocês me pedirem e eu tiver condições lhes darei”.

Os dias passaram, o mais novo vendo seus amigos jogarem futebol, pediu ao pai uma bola e, poucos dias depois, o pai lhe dava o presente tão desejado.

O mais velho vendo alguns de seus amigos de mais condição usando um relógio, um dia pediu um relógio de ouro. Os dias passaram, nada de receber o pedido. Ele pensou: “Nem sempre o pai atende ao que pedimos, só algumas vezes.”

Semanas se passaram… meses se passaram… enfim, anos. O menino já era um rapaz, não se lembrava mais do pedido de infância. O pai chegava como de costume em casa, mas naquela tarde chegou com um embrulho embaixo do braço. Chamou o rapaz e disse: “Meu filho, há muito tempo você me pediu um relógio de ouro, mas você era muito jovem. Iria perdê-lo, ou quem sabe seria roubado. Agora você já pode ter um.” O pai entregou um embrulho com uma caixa e dentro tinha um relógio… de ouro.

Como este pai, o Deus Eterno da mesma forma sabe o momento que podemos e temos condições de usar nosso “relógio de ouro”, o momento que podemos ter o que pedimos, para que o nossos pedido não se transforme em algo para nos separar dele.

“Se crerem, receberão o que pedirem em oração”
Bíblia, livro de Mateus, capítulo 21 verso 22
Texto Bíblico Utilizado:Mateus 21:22

(Autor Desconhecido, Vida.net)

Anúncios