Tags

, , ,

SEMENTE QUE NÃO MENTE!
(Adaptado por L. R. Silvado)

O cientista e professor ao comer uma fatia de melancia pensou numa ilustração para as suas palestras. Depois de calcular que a fruta tinha cerca de 19 quilos, ele recolheu algumas sementes e as pesou. Usando um pouco de matemática, ficou admirado em descobrir que precisava de cerca de 5.000 sementes para fazer meio quilo. Então ele assentou-se à sua mesa e escreveu: “Há pouco tempo alguém plantou apenas uma destas sementinhas no solo. Sob a influência do sol e da chuva, a semente despiu-se de sua capa e aumentou em cerca de 200.000 vezes o seu próprio peso. Ela forçou todo esse material através de uma pequena haste e construiu uma melancia. Por fora, uma cobertura verde; por dentro, uma camada branca; e, no interior, a poupa vermelha. Espalhadas por dentro da nova melancia uma quantidade enorme de outras sementes – cada uma capaz de tornar a fazer a mesma obra novamente.

Que arquiteto desenhou o plano? De onde a semente da melancia obteve sua tremenda força? De onde extraiu o corante para as suas cores? O cientista então destacou que, enquanto não pudermos explicar uma melancia, não podemos nos atrever a subestimar o poder de Deus, o Todo-Poderoso. Ao nos suprir com estas maravilhas, que nossas mentes minúsculas não conseguem entender, Deus nos mostrou sua sabedoria e poder infinitos. Seu gênio criativo desmente as loucas explicações do ateísmo e confirma o que a Bíblia afirma: “Que variedade, Senhor, nas tuas obras! Todas com sabedoria as fizeste; cheia está a terra das tuas riquezas.”

Considerando as obras de Deus, até mesmo numa simples melancia, ficamos admirados diante de sua grandeza. Só nos resta humildemente agradecer porque este mesmo Deus Todo-Poderoso prometeu que o nosso socorro diário viria do “Deus Eterno que fez o céu e a terra … o Deus Eterno guardará você; Ele está sempre ao seu lado para protegê-lo.”

PENSAMENTO: A assinatura da sabedoria impressa nas obras de Deus proclama a sua glória.

Texto Bíblico Utilizado: Salmo 104:24; 121:1,2,5

(Fonte: Vida.net)

Anúncios