Tags

, ,

COLORIR O FACEBOOK

O gesto simples de colorir a foto no facebook parece algo inocente, algo como que “não sou homofóbico”, ou talvez uma manifestação da própria sexualidade. O fato é que, por trás dessa “inocência” ou manifestação pessoal do que se é, existe a manifestação ilusória da falsificação do amor, da verdade e da fé pelas mentes apaixonadas do paganismo. O amor é tratado como se fosse carinho, desejo sexual, paixão, coisas próprias do universo instintivo de todos os animais; a verdade é lançada por terra; e a fé, transformada em algo ultrapassado, sem sentido para os tempos atuais. Chamam de amor o que a verdade condena e a fé abomina. Além disso, na ilusão de um presente de “liberdade”, negam o futuro, a saúde e a paz. Não existe liberdade no erro, nem futuro sem família pensada por Deus, nem paz, onde somente o instinto domina.

Ao colorir a foto no facebook, as pessoas, sabendo ou não, estão negando a Palavra de Deus, os ensinamentos da Igreja do mesmo Deus, o seu futuro, a desordem, a animalização do ser humano, a dependência viciada do sexo, e estão, além disso, pisando a própria salvação, dando um sinal claro de que não estão nem aí pra vida eterna.

Acolher a pessoa homossexual não é a mesma coisa que defender a possibilidade de uma vida na prática sexual. Convém lembrar de que a sexualidade é dom de Deus e deve, portanto, ser vivida conforme a vontade do Senhor. A sexualidade faz parte de um projeto divino, que envolve o amor (doação de si), sexo, o bem dos cônjuges e a geração dos filhos, mas tudo num âmbito de verdade e fé. A prática do sexo não é para satisfação pessoal, não é o uso de uma outra pessoa em benefício do próprio instinto. Aquele ou aquela que deseja viver com alguém deve, antes de tudo, colocar-se diante de Deus, a fim de que o próprio Deus realize através dele (a) Seus desígnios de amor. A vida a dois é uma vocação e, por isso mesmo, necessita da bênção de Deus. Em Gn 1,27 está escrito que “Deus criou o homem à sua imagem, à imagem de Deus ele o criou, homem e mulher ele os criou”. Em seguida, no v. 28, diz: “Deus os abençoou e lhes disse: ‘Sede fecundos, multiplicai-vos, enchei a terra e submetei-a; ….”. Pois bem, aqui está o desejo de Deus para a humanidade quanto à vocação do matrimônio. A prática homossexual é contrária ao projeto de Deus, e aqui, nesse texto, tem a sua maior condenação.

Um forte e carinhoso abraço.

(https://www.facebook.com/padrejoseerinaldo/posts/911422662248705?fref=nf)

Anúncios