Tags

,

IGREJAS EVANGÉLICAS, COMO TUDO COMEÇOU

Muitas heresias são frutos da livre interpretação que cada ser humano, imperfeito e pecador, quer dar sobre a Palavra de Deus. É óbvio que tanto na Igreja Católica quanto nas “milhares” de igrejas protestantes há erros, os quais provêm do elemento humano que compõe tais instituições. Mas, apesar de todas pregarem a Divindade de Nosso Senhor Jesus Cristo, suas doutrinas diferem entre si (isto é fato) e como a Verdade é única (isto é uma questão de lógica), então apenas uma destas igrejas retém a Verdade em plenitude. As demais, na melhor das hipóteses, contêm meias verdades.

Se alguém perguntar a um fiel de qualquer igreja, este dirá que a sua igreja é a que contém a Verdade pregada por Cristo. Então qual é a verdadeira igreja, ou seja, qual possui a Verdadeira doutrina? Uma boa sugestão é pesquisar a origem de cada uma destas igrejas. Vejamos algumas:

Os luteranos foram fundados por Martinho Lutero em 1524.
Os anglicanos pelo rei Henrique IV em 1534, quando o Papa não permitiu seu divórcio.
Os presbiterianos por John Knox em 1560.
Os batistas por John Smith em 1609.
Os metodistas por John Wesley em 1739, separando-se dos anglicanos.
Os adventistas do sétimo dia por Gulierme Miller e Helen White, no século passado.
As Assembléias de Deus surgiram nos EUA no despertar pentecostal de 1900. Muitas pessoas vieram de diferentes igrejas evangélicas para formar novas congregações.
A igreja do Evangelho Quadrangular por Aimeé Semple McPhersom, na década de 20, que já havia saído da igreja Batista para a pentecostal.
A igreja Deus é Amor por Davi Miranda em 1962.
A igreja Renascer em Cristo por Estevan Hernadez, há alguns anos.
A igreja Universal do Reino de Deus por Edir Macedo, em 1977, depois de não ser aceito como pastor de outra igreja evangélica no RJ.

E a Igreja Católica? Como surgiu?

Uma simples pesquisa de História comprova que a primeira Igreja Cristã foi de fato a Igreja Católica. E como confirmam a própria Bíblia e a tradição já do século I, o Próprio Deus A fundou e A entregou a Pedro e aos apóstolos. Abaixo descrevo algumas passagens que os protestantes insistem em ignorar ou interpretar convenientemente (mas não convincentemente) a seu modo:

“…escolheu doze entre eles, que chamou de apóstolos”
(Lc 6,13)
Escolha dos primeiros bispos da Igreja.

“Tu és Pedro, e sobre esta Pedra edificarei a Minha Igreja…”
(Mt 16,18)
Escolha do Primeiro Papa sobre o qual a Igreja foi edificada.

“ouvirão a minha voz, e haverá UM SÓ rebanho e um só pastor.”
(Jo 17,23)

“…sejam perfeitos NA UNIDADE, e o mundo reconheça que me enviaste e os amastes, como amaste a mim.”
(Jo 17,23)
Caráter universal, unicidade da Igreja fundada por Cristo.

”Tomou em seguida o pão, partiu-o e deu-lho, dizendo ISTO é o meu corpo, que é dado por vós; FAZEI ISTO em memória de mim.”
(Lc 22,19)
Ordenação dos primeiros bispos. Jesus os autoriza (SÓ A ELES e não a qualquer discípulo) conduzirem a celebração da Eucaristia.

”Toda autoridade me foi dada no céu e na terra. Ide, pois ensinai a todas as nações; batizai-as em nome do Pai e do Filho e do Espírito Santo. Ensinai-as a observar tudo o que vos prescrevi. Eis que estou convosco todos os dias até o fim do mundo”
(Mt 28,18)
Neste último trecho Jesus dá à Igreja a mesma autoridade que o Pai Lhe concedeu (Toda autoridade me foi dada…). Além disto, esta missão foi passada apenas AOS ONZE e não a todos os discípulos, como São Mateus faz questão de deixar claro:

”Os onze discípulos foram para a Galiléia, para a montanha que Jesus tinha designado”
(Mt 28, 16)
Depois Jesus ainda diz aos onze:
“Quem vos ouve, a mim ouve; e quem vos rejeita, A MIM REJEITA; e quem me rejeita, REJEITA AQUELE QUE ME ENVIOU (O Pai)”
(Lc 10,16)
Depois disto os apóstolos saíram a pregar o evangelho e trazer ovelhas para o rebanho, para IGREJA FUNDADA por Jesus.

Amigos, NÃO EXISTE CRISTIANISMO SEM UNIÃO À IGREJA DE CRISTO. Os Atos dos apóstolos mostram como viviam os primeiro cristãos:

”Perseveraram eles na DOURINA DOS APÓSTOLOS, nas reuniões em comum, na fração do pão e nas orações”
(At 2,42)

Bem a história mostra que os apóstolos (os primeiros bispos), juntamente com Pedro (o primeiro Papa) e depois os seus sucessores conduziram a Igreja, até chegar Martinho Lutero e dizer “Está tudo errado!”.

Realmente havia coisas erradas, mas na forma como ALGUMAS PESSOAS da Igreja conduziam as coisas, não na doutrina. Porém Lutero, perdendo a fé nas promessas de Cristo, mudou, 1500 anos depois, a doutrina pregada desde os tempos de Pedro e dos apóstolos! E o pior é que os erros que ele alegou pra criar uma nova igreja, como a má fé dos católicos, a exploração da fé, dentro outros, continuaram a existir na igreja por ele fundada e por todas as outras que vieram depois. Simplesmente, amigos, porque estes erros se encontram na natureza humana e não na doutrina da Santa Igreja Católica que É SANTA, DIVINA e INFALÍVEL, por que foi fundada por Deus, por Nosso Senhor Jesus Cristo, que jamais erra, e não por homens pecadores como a igreja de Lutero e todas as demais.

Isto não é discriminação, até porque há MUITOS evangélicos sérios, mas é esta a verdade!

(Fonte: Orkut – Comunidade Católicos, postado por Adelailson)

Anúncios