Tags

, , , ,

LIMITES

Como eu já disse antes, em outras circunstâncias, tinha a esperança de que as redes sociais democratizassem a cultura, o respeito, o conhecimento, etc. mas, infelizmente, esta semana santa mais uma vez ratificou o contrário.

Fiquei triste ao ver algumas pessoas querendo se destacar fazendo piadas com algo que é sério: o sacrifício de Jesus por todos nós, cristãos ou não, ironizando o fato de ter comido carne na sexta-feira santa. E algumas delas sem a necessidade deste artifício, por serem engraçadas naturalmente, de gozarem de uma popularidade grande devido ao talento nato de despertar o riso sem subterfúgio desqualificado como esse: o desrespeito à Fé.

Há quem venha a discordar dizendo que temos Liberdade de Expressão, o que concordo, e ainda reafirmo que além dela temos também o Livre Arbítrio, mas ambos devem ser usados com Sabedoria para que o tiro não saia pela culatra! Uma simples analogia pode ser feita com o chocolate: podemos comê-lo, mas em excesso, nos fará mal.

Não comer carne na sexta-feira santa representa um sacrifício por nossa parte para que lembremos do muito maior feito por Jesus Cristo.

Você já parou para pensar, sendo cristão ou não, que Ele pregou a Boa Nova falando de Amor, de Solidariedade, de Verdade, de quanto Deus nos ama, etc. E por esse motivo ele foi preso (traído por alguém que o acompanhava), humilhado (você não se sente ultrajado quando alguém injustamente o xinga no trânsito? Então imagine o que Ele suportou!), torturado com agressões físicas (quanto dói um corte no seu dedo com uma folha de papel? Agora imagine um prego gigante cortando a região próxima de seu punho!) que provavelmente só não foram maiores que as psicológicas (“não és o Filho de Deus? Então por que não pede que o tire daí?”), Ele sentiu a dor da solidão (“Pai, por que me abandonastes”), mas sem perder a Fé de que Deus sabia o que deixava acontecer para um Bem maior (“Em tuas mãos entrego o meu espírito”), entre muitos outros argumentos que eu poderia aqui citar.

Comer carne na Sexta-feira Santa, respondendo aos “engraçadinhos” das redes sociais, tem a mesma importância que não comer sem refletir em tudo o que Cristo passou. O importante, se não é cristão, ou por algum outro motivo, comeu carne neste dia santo é refletir no verdadeiro significado da restrição e se ainda assim não encontrar sentido nela, apesar de Ele ter morrido também por você, ao menos respeite o sofrimento de Jesus Cristo, como homem, que morreu por amor. Até mesmo amigos ateus sérios respeitam esse fato!

De que vale ganhar milhares de “Curtir” (ou Compartilhar) e perder a Graça? E lembre-se que tão responsável pela publicação dos posts desrespeitosos o é também quem dá um “Curtir” ou “Compartilhar”.

Não curti.

Feliz Páscoa para todos.

Anúncios