Tags

, , , ,

SOBRE O PAPA E A LEI DA PALMADA

Tratam a declaração do Papa como se ele estivesse defendendo o espancamento de crianças… É falta de bom senso ou de boa fé. É hora de dar um basta ao Politicamente Correto antes que esse câncer acabe com nossa sociedade.

Contra abusos (espancamentos, etc.) já existem leis! Não é necessário um exagero como a Lei da Palmada que só trará resultados negativos para a sociedade posteriormente! Não me espantarei se no futuro criarem uma lei especifica que trate sobre palmada em meninas, pois são mais frágeis do que os meninos… O que hoje soa uma hipótese ridícula pode não sê-lo amanhã, pois há não muito tempo seria surreal acreditar na proposta, quiçá na aprovação de uma Lei da Palmada e outras que vemos sancionadas em nosso país.

Eu levei surra de cinta/o de meu pai (não estimulo a prática), no entanto, não me transformei em nenhum marginal ou uma pessoa agressiva, muito pelo contrário! E sou capaz de citar inúmeros exemplos de amigos de infância com casos similares aos meus.

Já vivemos as consequências destes pseudoespecialistas que diziam que não deveríamos dizer “Não” às crianças. Será que a sociedade não aprende com os próprios erros? Não é preciso ser especialista para prever os resultados na geração de nossos netos.

Tanto se falou sobre a Liberdade de Expressão que foi terrivelmente respondida pelos terroristas que atacaram a Charles Hebdo (não apoio nenhum dos lados nesse caso, pois ambos erraram e muito), mas ela não é válida para o Papa que a usa para levar a Verdade, que está contida na Bíblia Sagrada? Liberdade de Expressão não é uma via de mão dupla?

Anúncios