AGOSTO DE 45
(Francisco Teodorico)

Do céu
A semente caiu,
No chão,
Um cogumelo nasceu,
E suas raízes atômicas,
Ainda aterrorizam!
Por que meu Deus
Os homens não se conscientizam?

Anúncios